Alquimia Laboratorial: Purificação do Mercúrio

Em alquimia laboratorial existem várias Purificações do Mercúrio. A primeira delas é por via úmida, e consiste apenas em lavar o Mercúrio com Vinagre de boa qualidade. Depois disso, o Mercúrio é seco com uma toalha de papel e feito passar através de uma Pele Camurça.

O segundo tipo de purificação é realizado por via seca, ou seja, utiliza calor. Consiste em colocar o Mercúrio dentro de uma Retorta e destilar para dentro do Receptor, cheio pela metade com água pura. Este método, no entanto, é mais tóxico e perigoso que o primeiro.

Como o segundo método é muito mais perigoso que o primeiro, e como nós somos muito jovens para morrer ou ser acometido por danos cerebrais irreversíveis pelo resto de nossas vidas, vamos começar a operação seguindo o primeiro método e deixar o segundo para depois.

A primeira coisa a fazer para realizar esta operação é obter 400 ml de Ácido Acético Glacial. Vamos precisar também de um frasco de 250 ml, um tampão para fechar o frasco, uma pipeta, toalhas de papel limpas, um prato de vidro (de mais ou menos 250 ml) e, obviamente, o Mercúrio que se deseja purificar. O Mercúrio que eu utilizei já era triplamente destilado e tinha um teor de pureza de 99%.

Se você puder obter este tipo de Mercúrio eu considero ainda melhor, porque assim você não precisaria submetê-lo ao segundo tipo de purificação, aquele que consiste na destilação do Mercúrio. Restando, assim, apenas a purificação com o Ácido Acético, que é o assunto deste artigo.

Vamos à parte prática.

Coloque 100 gramas de Mercúrio dentro do frasco de 250 ml, e acrescente 100 ml de Ácido Acético. Depois feche o frasco usando um tampão.

Use sempre, não importa a periculosidade ou simplicidade da operação: Luvas, óculos, máscara e roupas especiais.

Depois de fechar o frasco, balance fortemente com movimentos circulares durante um ou dois minutos para dividir o metal em minúsculas partículas.

Mercúrio no fundo e o Ácido Acético sobrenadando
Mercúrio no fundo e o Ácido Acético sobrenadando
Movimentando a mistura de Mercúrio com o ácido acético gracial
Movimentando a mistura de Mercúrio com o ácido acético gracial

 As fotos agora mostram que o Mercúrio se dividiu em minúsculos glóbulos e o Ácido Acético permeia toda a mistura. Podemos perceber também que o Ácido Acético se torna verde acinzentado.

o Mercúrio se dividiu em minúsculos glóbulos e o Ácido Acético permeia toda a mistura
O Mercúrio dividiu-se em minúsculos glóbulos e o Ácido Acético permeia toda a mistura

As fotos agora mostram que o Mercúrio dividiu-se em minúsculos glóbulos e o Ácido Acético permeia toda a mistura. Podemos perceber também que o Ácido Acético se torna verde acinzentado.

Ácido Acético se torna verde acinzentado
Frasco em repouso

Deixe o frasco em repouso por algum tempo para que o Ácido Acético extraia todas as impurezas do Mercúrio, conforme vemos na foto acima.

Depois de algum tempo de repouso, balance outra vez o frasco fortemente, como antes.

O Mercúrio vai aumentando seu brilho e reflexo
O Mercúrio vai aumentando seu brilho e reflexo

Observe na foto acima que o Mercúrio vai aumentando seu brilho e reflexo, sinal de uma boa purificação.

Ácido acético
Ácido acético

Depois de balançar o frasco outras vezes, remova o Ácido Acético e coloque-o dentro de um frasco de 500 ml.

Deixe-o lá por um pouco de tempo. Isso é feito para evitar qualquer perda de metal que possa ter sido acidentalmente despejado junto com o Ácido Acético.

Purificacao do Mercurio 7 - Portal Alquimia OperativaDepois disso, acrescente mais 100 ml de Ácido Acético fresco sobre o Mercúrio e balance como você fez antes.

Purificacao do Mercurio 8 - Portal Alquimia OperativaVocê vai observar as mesmas coisas de antes. Enquanto isso, o Mercúrio vai se tornando cada vez mais claro.

Repita todo o processo. Depois, remova e acrescente Ácido Acético outra vez. Balance novamente.

Remova o Ácido. Todo o Mercúrio vai se reamalgamar, e o Ácido assume uma coloração cinza escura.

Após essa série de repetições, é possível ver certa sujeira sobre o metal. Não é possível usar o Ácido para removê-lo. Use uma toalha de papel.

 Purificação do Mercúrio - Portal Alquimia Operativa

Coloque uma folha de papel toalha num prato limpo e despeje o Mercúrio sobre ele lentamente. Faça-o rolar sobre o papel várias vezes. A sujeira vai permanecer sobre o papel.

Depois, passe o Mercúrio através de uma pele Camurça e seu Mercúrio vai assumir um brilho e pureza sem igual. Se não tiver uma pele Camurça disponível, você pode usar um filtro de café ou um tecido de seda dobrado o máximo possível que dê para o Mercúrio atravessá-lo.

Purificacao do Mercurio 10 - Portal Alquimia Operativa

Depois disso, guarde seu Mercúrio em um recipiente de vidro bem vedado. Eu aconselho também que você despeje uma camada de água sobre ele, para evitar que seus vapores sejam dispersos no ar. Esta é uma medida adicional de segurança que não custa nada.

Eis, então, o seu Mercúrio pronto para ser usado em todas as operações alquímicas. Essa operação de purificação demora cerca de meia hora.

Agora quero fazer algumas observações:

Alguns usam o Sal Marinho nesse processo de purificação, mas deve ser usado somente Sal Marinho purificado, não o Sal Marinho bruto. O Sal Marinho era usado como agente introdutório àquela purificação por meio do Ácido Acético.

No entanto, se você julgar conveniente usá-lo, também não custa nada. O procedimento é bem simples:

Antes de começar o processo com Ácido Acético acima mencionado, você cobre o Mercúrio com Sal Marinho puro, seco ao sol e pulverizado. Misture bem um ao outro usando um almofariz de vidro ou porcelana. Dependendo das impurezas contidas no Mercúrio, o Sal vai ficar escuro e até atingir o ponto da negridão. Elimine este Sal negro usando água destilada ou de chuva. Repita o processo três vezes e seu Mercúrio vai estar pronto para passar pelo processo com o Ácido Acético.

O sinal de que o Mercúrio está devidamente purificado de suas impurezas, é que ele não deixa rastro ao escorrer, nem espuma sobre sua superfície.

Advertência!
Cuidado com o Mercúrio e com o Ácido Acético! Eles são muito perigosos e tóxicos. Não aconselho ninguém sem experiência laboratorial e química realizar estas operações. O Ácido Acético é perigoso para os olhos e para a pele, pois é um forte corrosivo que pode causar ferimentos rápidos e profundos que demoram muito tempo para cicatrizar. Evite inalações do Ácido Acético também. O Mercúrio é perigoso porque traz danos para o sistema nervoso, cérebro e afins. Quando os vapores são inalados, sua tendência é deslocar-se para o alto do corpo humano, o cérebro. Essa também é a tendência do Alumínio. O Alzheimer, por exemplo, é uma doença causada pelo Alumínio. Seja cuidadoso e evite acidentes!

6 Comentários


  1. Muito interessante, onde adquirir ou como chegar ao mercurio 99% pureza.
    É possível obter o ácido acético glacial-Vinagre através de operações alquimicas?
    Como purificar sal marinho?

    Responder

  2. Saudações! Achei muito bacana o texto. Poderia dar alguma indicação de descarte (e se possível, reciclagem) dos materiais usados?

    Responder

  3. Boa noite estou muito feliz de estar lendo tantas coisas que sempre quis aprender e ágora mesmo com 59 anos estou sentindo está alegria de desde criança más só agora estou vendo e descobrindo os encantos da alquimia e rodas as suas formas. Sou lhe grata por tudo isto.

    Responder

  4. você teria um livro q fale sobre a descoberta do mercúrio e sua manipulação por alquimistas?
    Obrigada.

    Responder

  5. Daniel, bom dia.
    Primeiramente quero parabenizá-lo pela presteza de ações.
    Tira-me uma dúvida… o ácido acético vulgarmente conhecido com vinagre é também veneno ao colocar na alimentação?
    Abraços fraternos,
    Luiz Roberto.

    Responder

    1. Obrigado, Luiz Roberto! O ácido acético, diluído em forma de vinagre, pode ser utilizado como condimento. Concentrado, possui característica corrosiva acentuada. Não sendo recomendado para consumo (dependendo da concentração e da dosagem, pode ser fatal).

      Responder

Deixe uma resposta para Aparecida Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *