fbpx

Esoterismo

10 Livros de Cabala

Daniél Fidélis
Escrito por Daniél Fidélis em 24/10/2020
3,5 min de leitura
10 Livros de Cabala
Junte-se a mais de 25 mil pessoas

Faça parte do nosso Círculo Interno de Leitores para receber as próximas publicações do site:

Com este artigo, abrimos o tema da Cabala aqui no blog: criamos uma lista com 10 livros para você iniciar ou avançar neste profundo conhecimento.

E, é importante destacar que existem algumas vertentes dentro da Tradição Cabalística. Assim, temos: Cabala Hebraica, Cabala Hermética, Cabala Cristã etc.

Mesmo dentro de uma Tradição, podem existir ramificações. Mas, neste artigo, não trataremos sobre esse ponto.

Normalmente, os esoteristas sentem mais afinidade pela Cabala Hermética. Por esse motivo, é importante que você já tenha uma bagagem mínima de conhecimento nessa área, sobretudo do Corpus Hermeticum e do Caibalion.

Considere, portanto, essas duas obras como leituras preparatórias para os livros de Cabala indicados neste artigo.

Particularmente, aprecio bastante as práticas de Meditação Cabalística. Inclusive, na 4ª Câmara da IHSA, indicamos algumas.

O mundo inferior foi feito à imagem do mundo superior. O inferior não é senão o reflexo do superior, para que a unidade seja perfeita.

Rabi Shimon

Combinamos livros introdutórios – uma excelente opção para quem nunca estudou Cabala – e alguns clássicos que consideramos obrigatórios para quem deseja um aprofundamento.

Somente neste artigo temos, no mínimo, algumas décadas de estudo.

Importante: não disponibilizamos PDF’s.

Passemos, então, aos livros de Cabala:


1. Um Jardim de Romãs, Israel Regardie

Trata-se de uma excelente introdução à Cabala. O autor inicia a obra apresentando um panorama histórico e definindo o termo “Qabalah”. No capítulo 3, faz uma breve descrição sobre cada uma das Sephiroth. No quarto capítulo, descreve, sucintamente, os caminhos pela Árvore da Vida. Dedica um capítulo inteiro para discorrer sobre o “Homem Celestial” (Adam Kadmon). Regardie conclui sua obra com um capítulo chamado “A Escada”, uma visão profundamente mística sobre a Árvore de Vida. Somente esse capítulo final vale o esforço em estudar a obra. É o grande diferencial do livro em relação às outras obras introdutórias. Comprar livro.


2. A Cabala, Papus

Este título é facilmente encontrado em língua portuguesa nos principais sites de livrarias. Não se espante com o subtítulo: “Tradição Esotérica do Ocidente”. Papus não aborda a Cabala como uma criação ocidental. E, sim, uma abordagem sob a ótica dos Iniciados do Ocidente. O autor faz referências a diversos ocultistas. Entre eles, Éliphas Lévi. O livro inclui uma pequena tradução do Sepher Ietzirah e traz uma extensa bibliografia. Um dos destaques fica por conta de uma tradução parcial de um texto raro: “A Cabala dos Hebreus”.


3. A Cabala Mística, Dion Fortune

Dion Fortune adverte, no segundo capítulo, sobre a importância de focarmos em um caminho e trilhá-lo integralmente. No terceiro, discorre sobre o método da Cabala e lhe atribui uma origem espiritual, angélica. Em seguida, apresenta os temas centrais: a Árvore da Vida, as Sephiroth e os Caminhos. No capítulo 13, apresenta o trabalho prático sobre a árvore. Nas Partes II e III do livro, faz um aprofundamento das Sephiroth. Trata-se de uma obra prática e avançada em determinados aspectos. O estudo deste livro proporciona uma verdadeira viagem iniciática.


4. Bíblia Sagrada

Trata-se de um material de apoio. Quem já realizou algum estudo sobre a Cabala, certamente se deparou com referências de passagens bíblicas. A escolha da versão católica, “Bíblia de Jerusalém”, é baseada em uma preferência pessoal. Mas, fique à vontade em escolher outra tradução. Comece pelo Pentateuco (os cinco primeiros livros da Bíblia). Uma outra sugestão (extra) é o estudo do Tanah Completo em sua versão bilíngue Português-Hebraico.


5. A Kabbalah Revelada – Knorr Von Rosenroth

Nesta obra, o autor disponibiliza a tradução de três livros contidos no Sêfer Ietsirá (mas não substitui a versão do Sêfer indicado mais abaixo): O Livro do Mistério Oculto, A Grande Assembleia e A Pequena Assembleia. Trata-se de uma obra indicada para aqueles que desejam beber da essência mística da Cabala Hebraica em seu aspecto mais hermético e velado. Sugiro que você só adquira este livro caso não encontre a versão abaixo indicada do Sêfer Ietsirá ou também seja um bibliófilo.


6. O Oráculo da Cabala, Richard Seidman

Digitalizei o meu exemplar com uma das 23 lâminas (22 letras do alfabeto hebraico e “A letra perdida”) que acompanham o livro. Vem tudo dentro de uma caixa. O uso destas cartas não é para “tirar a sorte”. São instrumentos de meditação e autoconhecimento sobre os ensinamentos místicos de cada uma das letras hebraicas, que carregam um rico significado. Esta obra é altamente recomendada para o estudante da Cabala e, também, para os adeptos da Numerologia Cabalística. Se você é nosso aluno(a), considere como uma sugestão de leitura. Pois, ela traz o significado numérico de cada letra hebraica e comentários sobre o seu simbolismo.


7. Cabala Teúrgica, Jean-Louis de Biasi

Se, além da Cabala, você tem afinidade pelo misticismo cristão e pela vertente da Cabala Cristã, vai apreciar bastante esta obra. Muitos Iniciados e Ocultistas fizeram da Cabala um verdadeiro instrumento de evolução espiritual, utilizando-a tanto como prática mística quanto como técnica ritual. Assim, a obra traz numerosas práticas, tais como a da Rosa de Luz e o Rosário Cabalístico. Alguns capítulos abordam o martinismo, o Pater cabalístico, Prática da cruz cabalística e a Prática cabalística do cálice.


8. Sêfer Ietsirá, Arieh Kaplan

Com este título, adentramos na literatura clássica da Cabala. O Sêfer Ietsirá é considerado como o mais misterioso de todos os textos cabalísticos. Considero esta edição, do Rabino Aryeh Kaplan, a mais autêntica e completa editada até hoje. Pois, ela traz a versão chamada “Gra”, incluindo a versão resumida, a versão longa e a versão de Saádia Gaón. O Sêfer Ietsirá torna-se um guia para um tipo especial de meditação na medida em que seus princípios são plenamente compreendidos. Existem muitas versões deste livro. Esforce-se em adquirir a versão de Arieh Kaplan. Caso não encontre ou esteja muito além do seu orçamento, opte por outra edição.


9. O Zohar

Esta edição, apresentada pelo Rabino Ariel Bension, é uma das mais conhecidas. Outro clássico da Tradição Cabalística. O livro traz a biografia do Rabino e está dividido, basicamente, em três grandes partes: I – Revelações feitas à Grande Assembleia (Idra Rabba); II – Revelações feitas à Pequena Assembleia (Idra Zuta); III – Trechos do Zohar sobre Shimon bem Yochai e sobre seus discípulos. Alguns destaques da obra: a visita do Profeta Elias, Revelações sobre a Shechiná, Os sete céus, Revelações sobre a oração, A revelação sobre as estrelas e a música das esferas, A Jerusalém terrestre, A sabedoria de Salomão, entre outros capítulos interessantes.


10. O Bahir, o Livro da Iluminação

O Bahir é um dos mais antigos textos cabalísticos, tradicionalmente atribuído pelos cabalistas a Rabi Nehuniá bem ha-Kana, um sábio talmúdico do século I. O nome Bahir foi extraído do primeiro verso citado no texto Jó 37.21: “Agora que eles não vêem a luz, ela brilha nos céus”, o que introduz um conceito central não apenas nesta obra, mas na história do pensamento filosófico sobre a Cabala: Tzimtzum; isto é, “a auto-constrição da Luz Divina”. Esta é a melhor edição em língua portuguesa: traz a introdução e os comentários de Aryeh Kaplan, enriquecendo a obra de maneira única.


Considerações

Conforme você deve ter notado, os últimos três livros são os clássicos mais conhecidos da Tradição Cabalística.

Caso você nunca tenha lido nada sobre Cabala e deseja uma visão abrangente, sugiro que comece pelos três primeiros da lista.

É óbvio que o estudo da Cabala não se esgota com as leituras aqui indicadas. A própria leitura deste material fornecerá referências bibliográficas, caso você deseje expandir o estudo.

Repare que eu optei pela grafia mais simples do termo: “Cabala”. Você encontrará também as seguintes variações: Cabalá, Kabbalah, Qabbala, kabalah, entre outras formas.

Aquele que quer começar uma jornada, deve se levantar ao amanhecer, olhar cuidadosamente para o Leste… então perceberá certos sinais atravessando os céus surgindo acima do horizonte. Estas formas cintilantes são o esboço das letras com as quais o Eterno criou o céu e a terra.

(O Zohar)

Espero que esta lista tenha sido útil para você.

Fique à vontade para indicar outros livros de Cabala, no espaço dos comentários.

Aproveito a oportunidade para convidá-lo(a) a conhecer os nossos treinamentos acessando a página de cursos.

E, caso você ainda não tenha cadastrado o seu email para receber nossas notificações, acesse a página de cadastro para o nosso Círculo Interno de Leitores.

O que achou do conteúdo?

Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 Replies to “10 Livros de Cabala”

Angelo Nehrd

Muito interessante… realmente instigador!

sophia

Eu achei essa lista bem completa!

Ilton Nunes

SP, 24/10/2020. Dignos Irmãos, saudações! Agradeço ao d.’. Ir.’. Daniel Fidelis, pois o texto é excelente! Parabéns! Dos 10 livros apresentados, sendo um melhor que o outro, temos a “Santíssima Trindade” da Santa Kabbalah: o Sêfer Ietsirá, o Bahir e o Zohar. Muitos autores consideram o Zohar a principal obra da Santa Kabbalah, e uma verdadeira jóia da literatura mística universal, apesar de sua complexidade e de ser uma imensa coleção de livros. Os rabinos costumam dizer que a simples leitura do Zohar abre as portas do céu. Uma outra observação que parece desanimadora, mas que eu chamo de desafiadora: as edições sobre o Zohar que geralmente encontramos para venda não são o Zohar, mas simples resumo do resumo do Zohar ou, na melhor das hipóteses, tem apenas alguns dos livros que compõem o Zohar. Mas não se desesperem: para aqueles sortudos que têm o privilégio de conhecer bem a língua inglesa, tenho uma excelente notícia: já há, em inglês, o Zohar completo, com 23 grossos volumes. Vejam isso: bom, não consigo colocar o link aqui. De qualquer forma, esta coleção é encontrada na amazon, e seus autores são famosos maguidim (ou melhor, magos Kabbalistas) para alguns, e mestres Kabbalistas para outros: Shimon Bar Yohai e Michael Berg . Mesmo assim, aqueles que quiserem se aprofundar no estudo da Santa Kabbalah, não haverá saída e deverão, necessariamente, estudarem a língua hebraica, até mesmo porque fica difícil utilizar os e 3 métodos antigos de permutação das letras hebraicas (o notaricon, a guematria e temurah) com outros alfabetos, por mais que digam que o A corresponde ao Alef, e que o Tav corresponde ao T. Assim, seguimos nós pelos 32 Caminhos da Sabedoria e pelas 50 Portas da Inteligência, até que consigamos transpor DAATH e alcancemos as Séfiras Supernais, onde se encontra o Trono de D-us.

Pedro

Tem algum desconto para aqueles que desejam adquirir todos os 10 livros?

Daniél Fidélis

Não somos loja. Verifique na livraria de sua escolha.

Francisco Wellington Macedo

Com certeza trará muitas informações que nos orientará para o crescimento espiritual.

Marly

Interessante mas quanto que fica tudo isso divino valor

Daniél Fidélis

Não somos loja. Verifique na livraria da sua escolha.

Aida

Ótimo

Maria Judith Mendes Alves

Imensa gratidão. Já comecei minha biblioteca. Adquiri o livro Um Jardim de Romãs do Circulo de Autores. Espero ansiosa a entrega do livro. Estou relendo o Caiballion, pois confesso que foi de dificil compreensão a primeira vez que li.

Arnaldo Rosa

Muito bom

Francisco Prado

Interessante e seu conteúdo motivado a sabedoria universal

Lilian Deisy Woiski

Gosto muito de ler, aprender.
E, é um tema que me interessa!

Luiz Henrique Muller

Bom

Maria

Amei 😍 muito conhecimento

Maria João Lages

Extremamente interessante.

Encontramos facilmente estes livros nas livrarias ??