Percepção extra sensorial, fluxo energético e progresso da humanidade

É difícil, frequentemente, convencer alguém sobre o erro existente em seu pensamento. Se isso fosse fácil, não existiriam tantos pontos de vista diferentes, cada um deles convencido de sua própria autenticidade justificada pela argumentação. Não haveria tantas escolas de filosofia ou essa variedade de ideologias políticas.

É comum vermos pessoas defendendo suas opiniões e crenças, mesmo quando palpavelmente absurdas e insustentáveis. A mente que exibe tais opiniões insustentáveis está, porém, tão dominada ou deformada que, por mais que tentemos, não é possível desviá-la de seu ponto. Por isso é que vemos tão vasta diversidade de opiniões na questão da percepção superior em centenas de livros, cada qual representando um ponto de vista diferente.

Assim, é fácil imaginar a tarefa gigantesca de alguém que resolva provar que é possível, para o indivíduo, exceder os limites da percepção humana. Porque, neste plano da realidade, a mente observadora e o mundo objetivo assumem um relacionamento diferente, não como sujeito e tema, mas como dois aspectos de uma realidade subjacente.

Há uma dificuldade óbvia na apresentação de uma ideia inteiramente nova e para além da compreensão da mente comum. Esse conceito está tão distante da nossa experiência normal, que é extremamente difícil para alguém aceitá-la prontamente sem se deixar tomar por dúvidas e incertezas.

É por causa dessa dificuldade e desse comportamento da mente que um dos mais persistentes fenômenos da história, que resulta em mudanças cataclísmicas no pensamento humano, ainda permanece um mistério. Quando muito, trata-se de um assunto controverso entre intelectuais de destaque, e suas implicações para o futuro da humanidade foram completamente obscurecidas.

Me refiro ao aparecimento, no palco da história, de grandes místicos, videntes, profetas, Cristo e Buda inclusive.

A sublevação que eles causaram no pensamento e na vida de incontáveis pessoas – com seus relances de um domínio superior da criação, com seu próprio exemplo, com sua exortação quanto a uma vida mais nobre – está entrelaçada com o tecido inteiro da história.

Podemos acaso atribuir toda a fermentação que causaram, e a fé de milhões que eles vêm dirigindo por centenas de anos, apenas a um acontecimento ocasional ou a uma ilusão das multidões? Se não podemos, jamais conseguiremos nos aproximar da compreensão do mistério que está por trás de seus nascimentos e de suas carreiras? Que força os arrastou a atos prodigiosos de renúncia e martírio? Que poder articulou as frases inspiradas que deveriam tornar-se palavras familiares e comover os corações, ainda mesmo hoje? Que poder magnético lhes permitiu ganhar tal poder sobre seus discípulos e seguidores, para que seus nomes estejam vivos no coração de incontáveis seres humanos? Apesar dessa grande distância, esses profetas fazem pequenos os eminentes pensadores e intelectuais surgidos depois deles.

O mundo foi tão desviado pelas descrições errôneas da percepção extra sensorial apresentada nos tempos modernos que excluiu completamente o fato de que os mais notáveis exemplos de percepção superior – os grandes místicos e fundadores de religiões -, tanto em sua estrutura mental e modo de vida, evidenciaram certas características extraordinárias que se situam absolutamente além do terreno dos estados alterados da consciência, induzidos por drogas, hipnose ou técnicas de meditação auto sugestivas.

Todos esses métodos produzem apenas homens e mulheres comuns. Alguns podem ser sujeitos a experiências visionárias, intuições clarividentes, ou mesmo relances criativos, mas, assim mesmo, comuns. Nenhum deles é sequer remotamente comparável a essas notáveis figuras do passado.

Muitos indivíduos afirmam, hoje, ter alcançado o mais alto estado de percepção, mas precisaríamos de páginas para fazer o rol de seus nomes. Podemos começar com escritores conhecidos, como Ram Dass (ele afirmou, com frequência, ter alcançado Samadhi, tanto com drogas como sem elas) e John Lilly, que diz o mesmo na introdução do seu livro, Centro do Ciclone. Há muitos místicos, mestres, gurus, e santos, que fazem ouvir sua voz na Índia, no Tibete, no Oriente Médio e em outros lugares, todos afirmando achar-se em estado de Superconsciência ou de Consciência Cósmica. Todos eles recomendam técnicas diferentes, mas nenhum discute os aspectos biológicos do processo evolutivo.

A validade dos fenômenos psíquicos

Fenomeno psiquico - Alquimia Operativa

A validade dos fenômenos psíquicos é amplamente admitida, mesmo por alguns cientistas, embora ninguém seja capaz de atribuir uma razão plausível para isso. Alguns cientistas estão até preparados para aceitar a credibilidade de fenômenos bizarros, tais como os produzidos por Uri Geller e outros. O Dr. Andrija Puharich atribui alguns dos feitos extraordinários de Geller à influência mental de seres extraterrestres. Explicações igualmente fantásticas são amiúde dadas para as estranhas ocorrências testemunhadas em sessões mediúnicas.

Não há, talvez, domínio do conhecimento que forneça tão vasto campo para exercer-se a faculdade extra sensorial do homem o oculto e o paranormal. Não é, porém, facilmente aceito que o poder que está por trás das realizações extraordinárias dos gênios espirituais e a força que está por trás dos fenômenos psíquicos, sejam, ambos, o fluxo de um manancial de energia inteligente, presente no organismo humano. A explicação, embora simples e racional, livre de tonalidades fantásticas, é desviada.

O que estamos afirmando, com inteiro senso de responsabilidade e baseado em experiência própria, é que existe um maravilhoso potencial presente no corpo humano, que atrai a humanidade para um estado de sublime percepção, inconcebível mesmo para a mente mais inteligente que não tenha sentido.

O aparecimento dos mais extraordinários profetas e místicos do passado – a maioria dos quais acreditava-se que possuíssem faculdades psíquicas desenvolvidas – e a existência de notáveis médiuns e sensitivos são fatos históricos. Eles fornecem uma evidência irrefutável do fato de que o cérebro humano tem capacidade para extraordinárias manifestações, que, até agora, não pudemos entender nem explicar.

O assunto que fica para ser explorado e autenticado é a existência da potencialidade, presente no organismo humano, para criar essa condição extraordinária do cérebro. E, com esse propósito, a investigação científica do fenômeno da Kundalini pode oferecer o caminho necessário.

Fluxo energético

Fluxo energetico - Alquimia Operativa

Que o homem está evoluindo para um estado de conhecimento, no qual a realidade que está além do universo pode tornar-se perceptível, é coisa inteiramente distante dos sonhos dos nossos intelectos de mais longo alcance. O que esta investigação estabelecerá integralmente – corroborada por centenas de antigos livros esotéricos da Índia, da China e de outros lugares – é o espantoso fato de que o mecanismo reprodutor pode ser reversível; e a preciosa energia, em vez de fluir para baixo e para fora, pode derivar para dentro e para cima.

Essa reversão, que se dá tanto no homem como na mulher, causa assombrosa transformação no sistema cérebro-espinhal, levando a uma explosão de consciência. É difícil descrever corretamente a sensação de infinitude e de imortalidade causada por essa transformação.

Suponhamos que o aparelho reprodutor, reagindo sobre si mesmo – usando sua energia vital concentrada – possa elevar sua atividade muitas vezes mais do que a que existe agora em homens e mulheres normais. Esse agregado, altamente acrescido de secreções e essências genitais, é usado, então, para reconstruir o sistema nervoso e o cérebro.

É o que acontece quando esses órgãos vitais são construídos num feto, no útero, quando partículas elementares da natureza são atraídas de todas as partes do corpo, segundo leis biológicas ainda não compreendidas. Agora, entretanto, o sistema reprodutor é usado como um centro de transferência, onde essas energias de vida são transformadas numa energia ainda mais radiante ou volátil, que flui para cima, para o cérebro, produzindo estados de consciência paranormais e atividade psíquica.

Com esse enorme fluxo da mais poderosa energia nervosa indo para o cérebro, continuamente, durante anos e anos, o horizonte da mente pode ampliar-se a um grau que se situa muito além da capacidade de um cérebro normal. Essa transformação é estabelecida sobre a ambrosia copiosamente produzida pelo mecanismo reprodutor, trabalhando dia e noite.

Assim como não podemos compreender inteiramente o processo pelo qual os recursos orgânicos do corpo de uma mulher grávida convergem para formar o embrião, é impossível compreender todos os processos envolvidos quando o sistema reprodutor reflui para si próprio, a fim de produzir o embrião da superconsciência no cérebro. A energia vital do corpo converge para essa transformação.

Os grandes e raros gênios espirituais do passado foram produtos dessa transformação biológica, ou ao nascer ou em algum tempo durante a sua existência. Isso acontece ainda hoje, em formas abortivas e imperfeitas, em médiuns e sensitivos cujas realizações inexplicáveis causam admiração entre os observadores.

Ambas essas manifestações ocorreram e continuam ocorrendo através dos produtos naturais dessa metamorfose, a ação do despertar da Kundalini, embora o conhecimento do mecanismo esteja inteiramente ausente ou saturado com antigas superstições e equívocos.

Que prodígios mentais iluminarão o mundo, e que imensas mudanças haverá quando as leis que governam esse processo de transfiguração se tornarem conhecidas? Então, os mais altos intelectos do mundo se submeterão a disciplinas eficazes para ativar o mecanismo neles próprios, a fim de alcançarem o mais alto nível possível para a humanidade.

O que afirmo de início poderá parecer impossível, o apaixonado sonho de um visionário sem base na realidade. Mas a ciência da Kundalini levará à realização dos sonhos dos idealistas através dos tempos, porque esse novo órgão de percepção trará soluções para muitos dos maiores problemas que hoje enfrentamos.

Traços animais e fraquezas dos seres humanos têm sido tão desenfreados na história que podemos bem considerar uma ilusão acreditar que a humanidade possa algum dia alcançar uma condição de coexistência pacífica, de harmonia, fraternidade, justiça e plenitude.

Humanidade em progresso…

Progresso espiritual da humanidade - Alquimia Operativa

Contudo, a humanidade tem feito progressos. Somos mais perceptivos do que as pessoas sempre foram quanto à desumanidade entre os homens. Esse processo interior jamais teria sido possível se não houvesse um fundamento psíquico ou biológico, ou ambos. Nesses dois casos, o cérebro deve ter sido, de certa forma, influenciado ou moldado para admitir a tendência para ser uma parte da mente individual e coletiva.

Se isso for aceito, segue-se então que, seja qual for a natureza da intervenção, as ideias e o comportamento dos indivíduos podem retardar ou acelerar essa tendência. Para o refinamento do comportamento e do pensamento humano, deve haver também o refinamento correspondente do cérebro e do sistema nervoso. Mas, desde que somos inteiramente inconscientes dos processos através dos quais o cérebro funciona – e da natureza da energia usada nessa atividade – é ocioso esperar que possamos compreender esses processos.

Um pouco, porém, sabemos com certeza: os luminares religiosos da humanidade incluíram em suas fileiras homens e mulheres do mais elevado caráter jamais nascido. Uma moral de alto calibre caminha ao lado de estados de consciência elevados. O instrumento psicossomático para realizar essa transformação da consciência e o enobrecimento do caráter é a Kundalini. No futuro, portanto, os produtos voluntariamente criados da Kundalini serão não só prodígios mentais e intelectuais da mais alta ordem, mas também homens e mulheres de caráter exemplar.

Há uma razão ponderável para que assim seja: a entrada no superconsciente implica uma experiência impressionante, estimulante, e nada na terra se compara com ela. É o auge de tudo o que um ser humano poderia gostar de ter, de possuir ou de conquistar.

“A vaca que realiza todos os desejos”, a “Ilha das Jóias”, “O Jardim da Bem aventurança”, “as Montanhas de Ouro”, e outros termos mais eufemísticos foram cunhados pelos antigos mestres para significar a glória indescritível de seu estado soberano.

Os receios expressos por William Irwin Thompson, de que uma tal safra de adeptos introduzisse um novo papado e constituísse uma ameaça para a democracia, são infundados. Em primeiro lugar, essa atitude pressupõe a crença na perpetuidade da forma presente de ideias sobre a democracia e outros sistemas políticos modernos, nos quais já começam a aparecer rachaduras.

Em segundo lugar, ele ignora completamente a realidade atual, que outorga, na sociedade, uma posição dominante para os inteligentes e talentosos sobre seus companheiros menos afortunados. Podemos novamente supor, de maneira razoável, que o homem pode derrubar um sistema que está enraizado na própria base do universo e da individualidade humana, e planejado pela natureza para a sua evolução, e que jamais poderemos conseguir fazer todos os homens e mulheres igualmente inteligentes e capazes, quando a estrutura da natureza mostra polaridades? Se tal suposição não é realista, como claramente não é, então, onde está a falha naquilo que asseguro?

A própria natureza do atual estado explosivo do mundo torna imperativo que alguma outra classe de homens, que não os que agora manejam as rédeas do poder em vários campos da atividade humana, ocupem seus lugares. Só eles podem trazer harmonia onde o caos e a violência predominam na hora presente.

A atual procura de “mestres”, de “gurus”, de “iniciadores” e de “adeptos” é um prenúncio de eventos que estão para vir.

Não nos preocupamos com o fato de os intelectuais, como classe, mostrarem-se indiferentes à isso. Sempre foi assim, quando quer que uma nova ideia fosse apresentada à humanidade. A intelligentsia forma a mais veemente oposição, porque o conceito é tão novo e tão radicalmente divergente do pensamento pretérito que, para que ele seja assimilado, faz-se necessária uma inspeção das nossas noções presentes bem como dos nossos valores atuais.

O que é da maior importância é que as possibilidades implícitas na Kundalini sejam conhecidas. Isso irá lentamente acontecer, graças aos dedicados esforços dos que estão ansiosos por ajudar o nascimento de um mundo novo. Essa busca geral de uma ordem melhor e de uma vida mais feliz para a humanidade jamais cessará até que o objetivo seja alcançado.

Eis as reflexões que gostaríamos de compartilhar com você.

ESOTERISMO, MISTICISMO E OCULTISMO

Junte-se a milhares de sinceros buscadores e receba, GRATUITAMENTE, notificações, artigos e dicas imperdíveis para a sua Jornada!>

9 Comentários


  1. Este é o caminho ensinado por todos os Mestre
    Do passado inclusive Jesus o Cristo. Mas sempre falaram sob o véu do oculto debaixo de alegorias símbolos e parábolas ! Se fizermos olhos para ver e ouvido para ouvir a bíblia está cheia de verdade e converte em esinamentos claros para a realização da grrande OBRA .
    O livro de João trnsforma em um compêndio de grande ajuda prosiguirmos na Santa e Sagrada ALQUIMIA. Pedro tu és pedra e sobre está pedra construir eu a minha IGREJA disse
    JESUS CRISTO ANUNCIANDO O CAMINHO DO FIO DA NAVALHA!

    Responder

  2. Boa tarde meu estimado e respeitavel irmão Koen
    Eu estou buscando os conhecimentos dos quais mencionaste neste texto, porem eu estudo as monografias por correspondencia e não sei fazer os rituais sozinha, mas continuo estudando com todo carinho e já faz mais de um ano, tambem busco conhecimento na gnosis com participação nas palestras semanais mas tambem não sendo possivel estar presente em todas. Mas com toda certeza eu amo tudo que aprendo. fico feliz em receber todos estes emails que envia e pode ter certeza do quanto eu quero prosperar em conhecimento e praticas dos ensinos.
    Agradeço
    Aparecida

    Responder

  3. Concordo plenamente ; é preciso “reinventar algumas coisas”!

    Responder

  4. Irmão Kohen,
    estas palavras além de elucidar diversas dúvidas que possuía vieram de forma simples e clara apresentar uma nova perspectiva a se caminhar, em consonância com a transformação de nossa matéria biológica ( que acredito ser um de meus propósitos e dever como caminhantes da senda da Grande Obra ) em que habitamos temporariamente.

    Muito obrigado pelas palavras !!!

    Paz e bem !!!

    Benoersuke Trismegistus ::

    Responder

  5. Havia lido muito por alto sobre a Kundalini, mas aqui ficou muito mais claro o assunto.
    Muito obrigado Professor por compartilhar esse assunto tão magno e sutil conosco.
    Espero, que em Câmaras futuras, esse augusto conhecimento venha ser revelado aos sinceros de Coração.
    ::
    Meus sinceros votos de Luz!

    Responder

  6. Existem estudos que devem ser lidos com todo o nosso ser, alem do ego. Como buscador agradeço a oportunidade desses ensinamentos raros, mas passíveis de serem aprendidos pelo exercício do querer, da ética e do amor ao próximo. Grato e Paz Profunda
    Em tempo, estou esperando as primeiras publicações da afiliação.

    Responder

  7. OBRIGADA…POR COMPARTILHAR…CONOSCO ESSE MATERIAL…QUE É DE EXTREMA IMPORTÂNCIA PARA O NOSSO ENTENDIMENTO…QUE DEUS O ABENÇOE…GRANDEMENTE….PAZ E LUZ….!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *