O Alquimista e Sua Fantástica Relação com o Reino Vegetal

O Alquimista e Sua Fantástica Relação com o Reino Vegetal

O primeiro passo do Alquimista está no reino vegetal. Este reino deve ser plenamente dominado antes de passar ao seguinte. Infelizmente, muitos se precipitam nas vias metálicas sem estarem devidamente fundamentados nas operações da “alquimia vegetal” ou “espagiria verde”. No laboratório vegetal entra-se em relação com um novo mundo, repleto de energias muito diversas. É a primeira porta que conduz aos conhecimentos ocultos da natureza. Suas experiências com os vegetais lhe permitirão familiarizar-se com operações importantes das quais terá necessidade para a continuação de seus trabalhos, Continue lendo

7 Livros Imperdíveis “de” e “sobre” Paracelso que Você Deve Estudar

7 Livros Imperdíveis “de” e “sobre” Paracelso que Você Deve Estudar

Se você já acompanha o nosso blog ou é um(a) estudioso(a) da espagiria, certamente já leu sobre Paracelso. Como eu disse neste artigo, é impossível estudar Alquimia e Espagiria sem tomar conhecimento de sua obra. E, neste artigo, preparamos uma lista com 7 livros “de” e “sobre” Paracelso. Se você é aluno(a) do nosso curso prático, considere a leitura destes livros como um “dever de casa”. Mas, antes de apresentar os livros, cabe um importante esclarecimento: POR QUE “DE” E “SOBRE” PARACELSO? Dos 7 livros Continue lendo

Pressa e Alquimia – Uma combinação que não dá certo

Pressa e Alquimia – Uma combinação que não dá certo

Todos nós manifestamos, em algum nível, o apressamento em ver as coisas prontas, acabadas. É normal, faz parte dos nossos atributos. O problema começa quando esse sentimento assume proporções demasiadamente elevadas. Uma das provas iniciáticas, desde as Escolas de Mistério, do Antigo Egito, era: “esperar”. O candidato aos mistérios era colocado em uma câmara escura. Ele deveria, simplesmente, esperar; Escrutinar a sua consciência e colocar à prova sua paciência. Essa era apenas uma das ordálias. Poucos chegavam à aprovação. Particularmente no trabalho alquímico, devemos nos Continue lendo

O Libellus de Alchimia ou Opúsculo sobre Alquimia, de Albertus

O Libellus de Alchimia ou Opúsculo sobre Alquimia, de Albertus

Neste artigo, iremos examinar as exigências físicas da prática da alquimia, conforme descritas por Alberto Magno em seu Libellus de Alchimia. 1. SILÊNCIO “Quem trabalha nessa Arte deve ser silencioso e reservado.” Isso é necessário para proteger a Arte de erros que podem se insinuar na prática, daí resultando que “o segredo se perderá e o trabalho será imperfeito”. 2. LOCAL O operador “deve ter um local especial, escondido das vistas alheias à Arte”, onde possa realizar seu trabalho, com zelo e tranquilidade. 3. TEMPO “Observe Continue lendo

Explicação da Tábua de Esmeralda por Joannes Grasseus (Hortulanus)

Explicação da Tábua de Esmeralda por Joannes Grasseus (Hortulanus)

Meditar sobre o significado da Tábua de Esmeralda constitui um passo obrigatório para todo estudante diligente da Alquimia e do Hermetismo. Em qualquer arte ou ciência, devemos iniciar pelos fundamentos para, em seguida, progredir para tópicos avançados. Um dos grandes obstáculos do estudo alquímico reside no fato de que até os fundamentos são demasiadamente complexos. Fato que requer disciplina e vontade firme. Portanto, caso você deseje levar a sério o estudo alquímico (operativo e/ou espiritual), deverá consagrar, pelo menos, uma hora diária para estudo e Continue lendo

Dicas Práticas de Feng Shui para Aplicar em Casa

Dicas Práticas de Feng Shui para Aplicar em Casa

Todos que praticam alguma forma de espiritualidade, mantém um espaço destinado ao estudo e à meditação. Um espaço que requer uma configuração harmoniosa e convidativa. E é exatamente aí que entra o Feng Shui. Ficou curioso(a)? Então, continue lendo este artigo para saber mais sobre: O que é Feng Shui Para que serve o Feng Shui Instrumentos de Feng Shui Dicas de Feng Shui Portanto, se você está buscando uma maneira de harmonizar as energias do seu espaço, ou mesmo de todo o seu lar Continue lendo

Os Conselhos de Basílio Valentim para os Praticantes da Alquimia

Os Conselhos de Basílio Valentim para os Praticantes da Alquimia

Nesta minha contemplação, encontrei cinco coisas muito nobres, às quais todo buscador da verdade e amante da arte (da alquimia) deve indagar. Como primeira, a invocação do nome divino; Como segunda, a contemplação da essência; Como terceira, uma verdadeira e incorrupta preparação; Como quarta, o bom uso; Como quinta, a utilidade. Tais cinco coisas todo químico e verdadeiro alquimista deve saber considerar. (do Carro triunfal do antimônio) Para o estudo e a prática da alquimia, precisamos ser modestos, pacientes, sinceros e decididos. As mais altas Continue lendo

7 Passos Simples Para Entender Qualquer Livro Esotérico

7 Passos Simples Para Entender Qualquer Livro Esotérico

O Livro Esotérico é a principal fonte de conteúdo de qualquer estudante de ocultismo e da espiritualidade de uma forma geral. Ao longo dos últimos 20 anos venho formando uma biblioteca pessoal, que conta com milhares de livros, e continua crescendo… (até escrevi um post sobre como montar e organizar sua biblioteca). Ler é importante, aprender é essencial, mas saber interpretar é fundamental. Autor desconhecido. Nesse período, notei que o livro esotérico requer um cuidado especial em sua leitura, para uma melhor compreensão dos conceitos. Continue lendo

[PDF] A Prática dos Mandalas como experiência transformadora

[PDF] A Prática dos Mandalas como experiência transformadora

Mandala é uma palavra da língua sânscrita que quer dizer círculo. Mandala também tem outros significados como círculo mágico, concentração de energia ou diagrama circular. Universalmente o Mandala é o símbolo da totalidade, integração e harmonia. Utilidade O Mandala trabalha a pessoa nos aspectos: físico, emocional e energético. No aspecto físico promove bem-estar, relaxamento e previne o estresse. Emocionalmente, os Mandalas pessoais podem trabalhar conteúdos oriundos de emoções antigas, atuais ou futuras, pois o trabalho com Mandalas sinaliza eventos que aconteceram, os que estão ocorrendo Continue lendo

Considerações preliminares de Eugene Canseliet sobre a Alquimia

Considerações preliminares de Eugene Canseliet sobre a Alquimia

Explicar a alquimia é, sobretudo, propor ao neófito elementos (tomando o termo em sentido figurado) de apreço alentado e seguro. Certamente, os comentaristas modernos se multiplicam. Que benefício substancial é possível alcançar a partir deles, uma vez que não manipulam ferramentas e materiais? Consequentemente, eles se mostram incapazes de elucidar a passagem sábia ou a cena iconográfica que utilizam sem convencer, e na maioria das vezes sem razão. Em alquimia, nenhum autor faz um trabalho mais prejudicial do que aquele que disserta sobre operações que Continue lendo