Alquimia

Como Criar um Ambiente Propício ao Estudo e à Prática da Alquimia

Daniél Fidélis
Escrito por Daniél Fidélis em 29/07/2019
3 min de leitura
Como Criar um Ambiente Propício ao Estudo e à Prática da Alquimia
Junte-se a mais de 25 mil pessoas

Faça parte do nosso Círculo Interno de Leitores e receba conteúdos exclusivos semanalmente (é grátis)

A alquimia considera a matéria e os aspectos exteriores da nossa existência como pontos indissociáveis do nosso processo evolutivo.

Estabelecendo como fundamento o princípio hermético da correspondência (o que está em cima é como o que está embaixo), consideramos que o local onde são realizados o estudo e a prática da nossa Arte merece o nosso cuidado.

Por esta perspectiva, o alquimista não negligencia o plano material.

Assim, todo aquele(a) que deseja empreender, de forma disciplinada e comprometida, o estudo da alquimia, deve escolher um local harmonioso e que favoreça certas conexões sutis.

Neste artigo, elencamos quatro aspectos que devem ser considerados pelo estudante da alquimia.

Você poderá avançar espiritualmente em qualquer condição, em qualquer local. Mas, cercando-se das condições abaixo, este processo será fora do comum.

#1 – Local tranquilo e cercado pela natureza

Alquimia - Local isolado e tranquilo

O ser humano não foi feito para viver desconectado da natureza. Quanto mais nos afastamos desta conexão, mais ficamos sujeitos a diferentes desequilíbrios, tais como: ansiedade, fadiga mental e depressão.

O que não significa, necessariamente, que devemos fugir para as montanhas. É possível, mesmo residindo em grandes centros urbanos, atenuar esse afastamento.

Veja algumas dicas para quem vive em regiões altamente urbanizadas:

  • Cerque-se de plantas;
  • Reserve alguns minutos para observar o céu;
  • Acompanhe as diferentes fases da lua;
  • Contemple o nascer do sol;
  • Frequente praças e parques públicos arborizados;
  • Visite cidades do interior sempre que possível;
  • Observe os pássaros.

Uma vida social excessivamente exposta não combina com a alquimia. No entanto, deve-se evitar a solidão. A convivência com amigos sinceros e, mais ainda, a colaboração de um(a) companheiro(a) são elementos positivos e, para inúmeras situações, necessários.

Não importa se você reside no interior ou em um grande centro urbano: nosso conselho é que você garanta um isolamento relativo.

O objetivo desse isolamento é evitar constantes interrupções nos seus estudos, meditações, práticas psíquicas e trabalho no laboratório.

O mago deve viver no retiro e deixar dificilmente que se aproximem dele. É o que representa o símbolo da nona chave do Tarô, em que o iniciado é figurado por um eremita inteiramente envolto em seu manto. Todavia, este retiro não deve ser o isolamento. Ele precisa de amizades; mas deve escolhê-las com cuidado e conservá-las a todo preço.

Eliphas Levi

Outra razão para buscar o relativo isolamento, e raramente discutida na literatura alquímica, é a interferência psíquica oriunda das formas-pensamento das multidões.

Assim como o excesso de iluminação artificial cria uma barreira à livre observação dos planetas e das estrelas, o excesso de vibrações mentais cria uma condição energética que pode ser favorável ou não ao nosso trabalho miraculoso.

Como o massivo número de pessoas não está engajado em um processo consciente de elevação espiritual, essa condição vibratória acaba sendo mais desfavorável do que cooperativa para a nossa Obra.

#2 – Biblioteca pessoal

Alquimia - Biblioteca pessoal

Boa parte do tempo deve ser empregado às leituras herméticas. Você deve formar, gradativamente, um acervo relacionado aos assuntos do seu interesse.

Minha paixão pelos livros foi registrada neste artigo, onde apresento a livraria oculta do Sr Laissue.

Manter um acervo físico dos livros te ajudará a manter o justo equilíbrio entre tempo online e tempo fora da internet.

As leituras devem ser diárias. Se abastecer de conhecimento diariamente deve ser algo tão natural como alimentar-se e dormir.

A nossa produção de conteúdo sobre alquimia e esoterismo só é possível porque, antes mesmo de termos acesso à internet, iniciamos o hábito do estudo diário, há décadas.

Imagina você se deparar com a necessidade de aprofundar algum assunto e, apenas, ir à estante e retirar o livro desejado (ao invés de abrir o PDF baixado ilegalmente)? Sensacional!

Gradativamente, sua casa será transformada em uma rica fonte de conhecimento.

Conforme a sua biblioteca crescer, você poderá ter um doce problema: manter tudo limpo e organizado. Neste artigo, damos algumas dicas sobre organização de livros.

#3 – Altar pessoal – Oratório

Alquimia - Oratório altar pessoal

Toda morada de um alquimista deve ter um centro sagrado. Um cantinho especial dedicado à meditação e às suas atividades sacerdotais.

É neste local sagrado onde buscamos a comunhão com os planos superiores, obtemos força e vigor espiritual.

É comum a biblioteca, o oratório e o laboratório comungarem o mesmo espaço. Muitas ilustrações antigas sobre alquimia retratam esse ambiente contendo os três elementos. Mas, não é uma regra.

Aqui, o meu oratório está inserido no laboratório. Mas, a maior parte dos livros ficam em outro ambiente. Na verdade, devido a quantidade de livros, ficam distribuídos em diversos cômodos.

O oratório ou altar pessoal não possui uma configuração específica. Mesmo que você faça parte de uma Irmandade ou Ordem Hermética e existam instruções sobre como montá-lo, o toque pessoal sempre tem espaço.

Semanalmente, são realizados rituais privativos, práticas psíquicas e espirituais. Além de servir como base para as suas leituras e meditações.

Na medida que o oratório é devidamente utilizado, carrega-se de poder vibratório, muito útil para aqueles dias onde necessitamos de um alívio psíquico. O simples fato de sentar-se e contemplar o ambiente, favorece o reequilíbrio do nosso ser.

#4 – Laboratório

Alquimia - laboratório espagiria

É o local onde realizamos as práticas de destilação de óleos essenciais, extraímos o espírito das plantas, os minerais, purificamos e preparamos os nossos elixires alquímicos.

O trabalho do alquimista começa onde termina o da natureza.

Paracelso

O laboratório deve ser instalado em um local arejado e harmonioso. É desejável que esteja protegido dos olhares curiosos e alheios à nossa Arte.

Deve ser propício à meditação pois, o alquimista medita enquanto a retorta goteja o seu mistério. Ele participa da Operação de transformação que ocorre na bancada.

Uma estante ou armário será necessário para guardar vidrarias, potes, garrafas e diversos tipos de recipientes de armazenamento.

É imprescindível alguns tipos de fontes de calor (quanto mais variadas, maiores as possibilidades de se operar): o seu próprio fogão, chapas de aquecimento, churrasqueira, fornos, local onde incida a luz do sol etc.

Também é desejável que você disponha de um pequeno espaço aberto, para realizar as circulações espagíricas sob os raios diretos da lua e dos astros.

É quando nos debruçamos sobre as operações laboratoriais que muitos dos princípios herméticos fazem sentido.

Um ótimo exemplo disto é apresentado neste vídeo.

Quando começamos o nosso laboratório, residíamos em um apartamento. Comprava ervas na feira, em centros de distribuição e processava tudo em nosso AP.

Com criatividade e muita vontade de operar, é possível elaborar excelentes preparados espagíricos.

Concluindo

Já vivi todas as situações aqui apontadas: minha infância foi em uma casa com quintal; morei na cobertura de um prédio em uma cidade com quase meio milhão de habitantes. Hoje, vivo no interior do Estado do Rio de Janeiro.

Na medida em que fui tomando consciência e ouvindo o chamado da alquimia, realizei este importante processo de transição.

Particularmente, considero como condição ideal: moradia em local pouco populoso, com ar puro, bons mananciais de água, espaço para o cultivo de ervas.

É nesta condição que você poderá coletar água de trovoada, orvalho antes do nascer do sol e fácil acesso a diversas ervas medicinais.

Um maior número de operações alquímicas será viável.

Mas, como afirmei no início, você poderá crescer espiritualmente em qualquer condição, uma vez que é a atitude, nas mais variadas circunstâncias da vida, que nos eleva.

No entanto, dar atenção ao que foi considerado aqui, tornará esse processo muito mais rico de possibilidades.

Eu fui à floresta porque queria viver livre. Eu queria viver profundamente, e sugar a própria essência da vida… expurgar tudo o que não fosse vida; e não, ao morrer, descobrir que não havia vivido.

Henry David Thoreau

O que achou do conteúdo?

Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 Replies to “Como Criar um Ambiente Propício ao Estudo e à Prática da Alquimia”

Regina

Muito bom! Estava a procura destas informações, que são fundamentais para o processo evolutivo de meu ser! Imensa Gratidão!

Beatriz Laurindo

Sempre muito relevante.

Luiz Bonfante

Muito bom

Regina Martins

Adorrrrooooooooooo

Maria padilha

Gratidão!!por compartilhar estes conhecimentos maravilhosos

Lilian Regina Buso Fernandes

Simplesmente maravilhoso!

Henrique

Excelente postagem! Conteúdo enriquecedor.

Valeria

Excelente!

Bianca

Sempre muito bom, de fácil entendimento….
Grata,

Rostenio Rodrigues de Oliveira

Como sempre Daniel seus artigos tocam no fundo da alma, a conexão com a natureza traz saúde e paz, preservar a natureza é a mesma coisa que cuidar de nossas vidas.

Adriana Conti

Obrigada,!
Conteúdo esclarecedor e gratificante!

ROSANA

GOSTEI!

Elaine

Muito bom. Obrigada.

Fábio Cunha

Excelente. Obrigado

Loreno

“Fui a floresta pq queria ser livre.”..,maravilha,como eu comento esse texto,embora não literalmente…

Izabel

Muito bom ! Gostei demais dos conteúdos . Bem explicativo . Gratidão por compartilhar .

German

A reclusão é a melhor condição para o contato. Nesta situação o espírito isolado pode encontrar a razão dos mistérios, desde que não os revele, caso contrário o link é rompido. O processo deve ser árduo, a causa é saber qual a fórmula, quando se acredita que ela exista.
O método é semelhante à própria existência, repetições infindáveis de desenganos até que se encontre nada daquilo que se esperava, mas é essa a fórmula. É inverossímil mas é a eterna busca do porquê se vive. “De doce já basta a vida”. “A vida é de Ouro”.

Camila Dias

Impressionante ler isso no dia de hoje. Está relacionado a todo movimento que estou querendo fazer na minha vida. Parece que escreveu meus pensamentos. Agora vou ver como botarei em prática para que comece a me dedicar a alquimia operativa. Minha busca espiritual e tudo o que consigo acessar, preciso agora colocar na prática, ma matéria. Não sei muito bem por onde começar. Mas me parece hoje que é a única relação que de fato quero ter na minha vida. Obrigada

deisedepaula

Ainda me encontro meio perdida, pois não compreendo muitas coisas,mas tenho fé que conseguirei…GRATIDÃO

Silvana Ap. Fraga

GOSTEI MUITO DO TEXTO. GRATIDÃO ::