alquimia

A Tarefa do Alquimista

A Tarefa do Alquimista

Os autores que escrevem sobre Alquimia têm o hábito de fazer tantos comentários preliminares que suas obras praticamente dispensam a necessidade de um prefácio, a não ser que o Editor se proponha a revelar os segredos que o Autor é tão cuidadoso em esconder. Devo, de imediato, explicar que não estou preparado para fazer isso; entretanto, posso, com vantagem, chamar sua atenção para as outras ramificações da ciência Oculta, demonstrar o valor da Analogia em nossa busca pelo real significado dos mistérios do homem e Continue lendo

9 Conceitos alquímicos que você precisa saber

9 Conceitos alquímicos que você precisa saber

Estava procurando algumas anotações antes de iniciar uma operação no laboratório quando acabei encontrando algumas anotações antigas contendo conceitos alquímicos e outros comentários. Após a releitura, surgiu este artigo, dedicado à elucidação de alguns conceitos chave para quem está iniciando na Alquimia. Espero que seja para você. Trata-se de um texto simples, mas que sugere profundas reflexões. Antes de empreender qualquer iniciativa, o buscador deve obter o devido esclarecimento sobre estes conceitos. Conceitos alquímicos chave Alquimista: É todo aquele que realiza/pratica a busca da Grande Obra pelos procedimentos canônicos Continue lendo

Alquimia, um pequeno esboço

Alquimia, um pequeno esboço

Durante os últimos trezentos anos, a alquimia tornou-se generalizadamente o exemplo padronizado para dizer que tudo o que, mesmo de longe, se relacionasse com o esoterismo, nada mais era do que uma superstição a imaginação de mentes doentias. A alquimia era denunciada como a arte de criar ouro e aqueles que a praticavam, era considerados, na melhor das hipóteses, como tolos, charlatães, e mentirosos. É verdade que havia muitos charlatães na alquimia, mas no seu sentido direto a alquimia é a “arte real”, a disciplina Continue lendo

A Alquimia e o Século XVIII

A Alquimia e o Século XVIII

Atualmente, o século XVIII é citado na história como a idade do esclarecimento e da razão. O que nos foi deixado pela Renascença como herança intelectual floresceu na Idade Média com o surgimento de uma nova consciência e deu frutos no século XVIII. A posição de poderio espiritual da Igreja, que por tanto tempo impregnou a vida na Europa, fora interrompida e abriu-se caminho para novos pensamentos e conhecimentos que se basearam totalmente na razão e na observação da natureza. Quando uma época cultiva a Continue lendo

Alquimia – Um breve ensaio

Alquimia – Um breve ensaio

  A propósito do “oleiro demiurgo” e do alquimista, “a função soteriológica dos mitos nasce sempre de uma prática”. Mircea Eliade, na sua obra capital sobre a Alquimia – “Ferreiros e Alquimistas” – fundamenta exaustivamente esta tese, trazendo-nos uma visão clara – na senda de René Alleau, nos “Aspects de L’Alchimie Traditionelle” – daquilo que é a experiência alquímica: a sacralidade da matéria e das suas transformações, bem como a experiência que delas tem o operador. A natureza profunda da Arte de Hermes é a Continue lendo

Turba Philosophorum

Turba Philosophorum

  Pode-se ler num dos livros de Jabir que muitos dos antigos filósofos, incluindo Hermes, Pitágoras, Sócrates, Aristóteles e Demócrito, se reuniram em assembléia para discutir assuntos de alquimia. Esta é, possivelmente, a primeira referência a um célebre trabalho alquímico denominado Turba Philosophorum, ou Convenção de Filósofos, cuja origem intrigou os sábios durante muitos séculos. A Turba aparece primeiro em manuscritos latinos do século XIII, tendo sido a primeira edição impressa publicada em Basel em 1572. Apresenta o aspecto de um debate entre grande número Continue lendo

O Alquimista

O Alquimista

O Alquimista é uma pessoa que utiliza forças e energias vindas de cima. Não está livre de leis; há leis que começam a se fixar quando ele atinge o máximo da sua realização; passa a ser servidor dessas leis. Entretanto, ao fazer isso, ele adere a um princípio, em vez de se opor a ele. Daí a expressão muito comum de que os homens são canais; canais na expressão de alguma coisa que canaliza algo…  O Alquimista é capturado pela Lei. É uma Lei completamente Continue lendo

Filho da Luz

Filho da Luz

Tudo que o homem faz para despertar o eterno dentro dele, o faz para elevar o valor da existência no mundo. O conhecimento que ele ganha, não faz dele um espectador inerte do Universo. Isto também é ser um alquimista, um filho da luz. E, portanto, à medida que adquirimos esse Conhecimento, estamos nos transformando em alguma coisa que não é inerte. É preciso ter a consciência de que há o homem inerte, como há o mineral, que é inerte, um produto da natureza, e Continue lendo