7 Livros Imperdíveis “de” e “sobre” Paracelso que Você Deve Estudar

banner-oficina-de-alquimia-espagirica-3Se você já acompanha o nosso blog ou é um(a) estudioso(a) da espagiria, certamente já leu sobre Paracelso. Como eu disse neste artigo, é impossível estudar Alquimia e Espagiria sem tomar conhecimento de sua obra.

E, neste artigo, preparamos uma lista com 7 livros “de” e “sobre” Paracelso.

Se você é aluno(a) do nosso curso prático, considere a leitura destes livros como um “dever de casa”.

Mas, antes de apresentar os livros, cabe um importante esclarecimento:

POR QUE “DE” E “SOBRE” PARACELSO?

Dos 7 livros que estamos listando, apenas os três primeiros e o último são considerados de autoria do nosso Paracelso. Os outros, assim como a maioria das publicações que estampam o seu nome, são sobre Paracelso.

Muitos autores, talvez com o objetivo de agregar maior credibilidade à obra, sobrepõem o nome “Paracelso” no título ou subtítulo. Outros, discorrem sobre algum aspecto da medicina ou da alquimia espagírica segundo a visão de Paracelso.

Portanto, é indispensável este esclarecimento inicial.

Achou interessante o artigo? Então compartilhe com seus amigos:

A LISTA DE 7 LIVROS IMPERDÍVEIS

Como nas outras listas, não existe uma sequência de leitura a ser seguida. No entanto, recomendo que você inicie pelo Liber PARAGRANUM.

Ressalto que não comercializamos nenhum dos títulos abaixo. Você deve pesquisar em sebos e livrarias.

Para abrir e ampliar as capas, clique na respectiva figura.

#1 Liber Paragranum - Paracelso

Esta obra, ainda não traduzida para a língua portuguesa, pode ser encontrada em espanhol. Adquiri o meu exemplar no site da Amazon. “Livro fundamental para o conhecimento da filosofia de Paracelso e de sua concepção da Medicina como expressão da Tradição. Paracelso considera que a Medicina deve sustentar-se sobre quatro pilares: a Filosofia, a Alquimia, a Astrologia e a Virtude. Sobre estes fundamentos Paracelso constrói um belíssimo texto que destila um profundo conhecimento do ser humano e do papel que deve desempenhar a Medicina e o médico no processo de cura.

#2 A Chave da Alquimia - Paracelso

A Chave da Alquimia principia por uma excelente biografia de Paracelso. Em seguida, nos apresenta três parte: Livro dos Prólogos; Livro das Entidades e Livro dos Paradoxos. No primeiro livro, Libellus Prologorum, aborda: o “Conteúdo da medicina”, “Sobre os dois grandes grupos de enfermidades e o modo de aplicar seus remédios”, “Sobre os modos e as maneiras de curar”, “sobre os métodos de ensinamentos médicos”, “Natureza das entidades”e “Razão da especificidade dos remédios”. No segundo livro, Textus parenthesis super Entia quinque (Primeiro livro pagão sobre as entidades mórbidas tratado da entidade dos astros sobre os corpos inferiores), é abordado a origem do corpo pela entidade do sêmen, a influência dos astros na natureza humana, a supremacia do sangue sobre os astros, entre outros. No terceiro livro, Liber Paramirum, conhecemos as Causas e Origens das Três Primeiras Substâncias, onde se explica o princípio do fogo e da metodologia médica, entre outros assuntos.

#3 As Plantas Mágicas - Paracelso

Para se conhecer a fundo o mundo das plantas, do ponto de vista do Ocultismo, torna-se absolutamente necessário estudá-las em suas relações com o Universo (macrocosmo) e com o Homem (microcosmo), de acordo com as teorias de Paracelso, teorias que se acham espalhadas nas obras do famoso médico e alquimista, que foram reunidas e ordenadas, até o ponto de formar todo um corpo de doutrina, condensado neste livro. Devido a algumas lacunas, a Botânica Oculta não é muito extensa mas, naturalmente, foram assentadas as bases de uma ciência vacilante em suas origens, estancada durante séculos e completamente esquecida em nossos tempos. No final do livro há um pequeno dicionário de botânica oculta, com inúmeras plantas e flores, com a indicação de suas propriedades curativas e suas virtudes mágicas. Serão apontados os signos astrais, ou seja, a influência astrológica a que estão submetidos. Sumário: Biografia de Paracelso; Botânica Oculta – Exórdio; O Reino Vegetal; O Homem e a Planta; Elementos de Astrologia; Pequeno Dicionário de Botânica Oculta. Há quem diga que este livro não é de autoria de Paracelso.

#4 Paracelso, sua filosofia e sua medicina atemporais - Klaus Bielau

Este livro possibilita adquirir uma visão da obra de Paracelso (Teofrasto de Hohenheim), inclusive no âmbito da medicina. Paracelso é conhecido como alquimista, médico, filósofo e por buscar a verdade das coisas, razão pela qual foi desprezado e perseguido, como tantos inovadores na história. Sua tarefa foi – e ainda é – desmascarar o velho e o decadente, despertar a humanidade para que ela se lembre de sua vocação interior. Aqui, nesta obra, o autor também discorre sobre as quatro colunas da medicina.

#5 Alquimia Spagírica Paracelso - Giuseppe Ventra & Maria de Salvo

A Alquimia Spagírica, tema principal desta obra, transcende a Alquimia conhecida na Idade Média, como a Arte da busca da Vida Eterna e da fabricação sintética do ouro e sua prática que, sem dúvida, contribuiu para o progresso da química. A Alquimia preconizada por este trabalho se fundamenta na busca dos conhecimentos que, ao mesmo tempo, proporcionam ao ser humano a expressão de sua consciência, o resgate da matéria através da espiritualização do corpo, para se atingir a iluminação superior.

#6 Médico do Demônio: Paracelso e o mundo da magia e da ciência renacentista - Philip Ball

O tema central é a medicina de Paracelso. O autor, Philip Ball, posiciona-o na fronteira entre o medieval e o moderno, um inimigo da medicina oficial, crítico das universidades, cirurgião do exército e alquimista. Os mitos em torno da sua figura acabaram por se tornar bem mais duradouros do que a sua história real. Nesta obra, o autor nos revela um Paracelso com olhos e ouvidos para aprender com a natureza como curar, e que escreveu livros influentes sobre medicina, cirurgia, alquimia e teologia, enquanto levava uma vida combativa, errante e embriagada.

#7 O sétimo livro Supremo de Ensinamentos Mágicos - Paracelso

Da lista, este, certamente, é o mais raro e menos conhecido dos estudantes. Quem o possui não vende. Quem vende, não tem ideia do tesouro encerrado em suas páginas. Eis o primeiro parágrafo desta raridade: nenhuma dúvida alimento de que, se um dia estes nossos escritos saírem a lume, o conhecimento dos insignes poderes encerrados em estado latente nos metais preparados com artifício manual, virão surpreender a muita gente. A obra revela um Paracelso mais “mago” e “ocultista”. Apresenta diversos sigilos e suas aplicações, além de um estudo alquímico dos metais em conformidade com os aspectos astrológicos.

Com a exceção do sétimo livro, você não terá problemas em encontrar nenhum deles. Acredite: valerá cada centavo investido. E não deixe de compartilhar o artigo e deixar o seu comentário.

Agora, mãos a obra!

ALQUIMIA & ESPAGIRIA

Receba GRATUITAMENTE mais conteúdos sobre ALQUIMIA & ESPAGIRIA no seu eMail!>

7 Comentários


  1. Fiquei encantada ao ler “As plantas mágicas”! Este livro me trouxe uma nova visão e sensação em relação à botânica.

    Responder

  2. GRACIAS Daniel por tu deferencia y tus conocimentos; el de las “plantas Magicas y Botanica oculta ” lo tengo en mi biblioteca…

    Responder

  3. Já estudo as obras de Paracelso há tempos e para mim não tem igual uma grande Mestre
    tenho o livro as Plantas Mágicas e quero adquirir os demais principalmente o 7º. livro de ensinamentos Supremos vc tem eles em PDF e poderia compartilhar???
    agradeço P.P.

    MECunha

    Responder

  4. Finalmente depois de algumas procuras em sebos de vários lugares consegui meu exemplar de ” A chave da alquimia” ainda não terminei ( estou na primeira parte do livro das entidades) e já estou meditando profundamente no significado do que paracelso escreveu. Consegui compreender uma parte da Ens Astrale, mas ainda falta compreender o restante, achei muito interessante a forma com que ele escreve, muitas vezes identifiquei informações alem do que estava explicito, percebi que ele faz bastante isso ( pelo o menos até onde estou lendo ). Fiquei com algumas duvidas em relação ao significado completo da Ens Astrale e o que exatamente ele quiz dizer com principio M, pela descrição do livro tenho minhas suspeitas, mas retornarei a leitura apos minha reflexão sobre o que já li.

    Enfim esta sendo realmente fascinante adentrar na visão de Paracelso e agradeço ao blog por compartilhar tal obra.

    Gratidão.

    Responder

  5. Mestre Daniel, estou desenvolvendo a parte simbólica de um baralho para uma amiga desenhar, e eu gostaria de acrescentar alguns símbolos Alquímicos nos 22 Arcanos maiores, sera que o nobre irmão pode dar alguma dica?
    araujo132003@yahoo.com.br
    José do Egito::

    Responder

  6. Fantástico.

    Elucidou muitos pontos nesse texto, Kohen.

    Mas, ficou uma dúvida final, você já leu o 7º livro da lista? Como adquirir e onde, tem ideia?

    Agradecido.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *